blogresenhabarata

RESENHA COLABORATIVA #2 | Ruptura

Olá amores!

Hoje abrimos espaço para mais uma Resenha Colaborativa do blog. O quadro surgiu com intuito de conhecer as impressões de leituras e os gostos literários dos leitores do Resenha Barata. Como é de conhecimento de vocês, o blog visa resenhar apenas livros que custam até R$20,00, sejam eles físicos ou e-books. Neste quadro de participações não seria diferente! Vamos lá? Hoje vocês conhecerão Ruptura pela visão de Edilayne Ribeiro.

fundo-rodape-post

A RESENHISTA: Sou Edilayne Ribeiro, tenho 22 anos, moro em Curitiba-PR, e em pouquíssimos meses termino minha graduação em Psicologia. Minhas leituras são mais prazerosas quando tenho em mãos gêneros como terror ou drama, mas também já pude aproveitar livros com as mais variadas temáticas. O que eu mais gosto neste mundo da literatura e da escrita é o poder que as palavras têm de explicar ou modificar coisas – por vezes simplesmente com a abertura de uma nova perspectiva quando conseguimos viajar na realidade daqueles personagens específicos. E é isso que procuro fazer com os livros (ultimamente mais artigos e pesquisas!) que leio e com os textos que escrevo.

Ruptura • Simon Lelic • Nova Fronteira, 1976 • 286p. • Drama/Romance • Compre aqui

S_624383-MLB25871244814_082017-OUm professor de história entra calmamente no auditório da escola em que trabalha e, com uma velha arma, alveja três estudantes e uma professora; por fim, virando a arma contra si mesmo, comete suicídio. Designada para desvendar um crime aparentemente simples, a inspetora Lucia May dá início às investigações, e aos poucos vai percebendo que não se trata apenas de um psicopata que, num rompante, assassina pessoas inocentes. Pressionada a arquivar o caso, ela se sente cada vez mais desafiada a entender a mente do assassino e a descobrir a verdade. Assim, se depara com uma das questões mais contundentes da vida escolar contemporânea: o bullying.

Até onde seríamos capazes de, genuinamente, entender um crime?

“Um romance sobre violência na escola”, diz a capa do livro. Com um desenho sugestivo, colorido e subjetivo, centralizado em uma capa toda preta, Ruptura começa sua história logo daí. A obstinada detetive Lucia May não desiste enquanto não faz as devidas correlações existentes no assustador caso de um professor de história que mata três estudantes, uma professora e ele próprio durante uma reunião no auditório da escola em que trabalha. Quais possíveis e racionais objetivos teriam levado o homem a cometer uma atrocidade dessas? Seria, será, algo de cunho tão bárbaro assim?

“Ele era muito educado, esse era o problema. Parece um comentário ridículo agora, depois do que ele fez, mas desde o início eu sabia que haveria confusão, desde o início eu sabia que haveria lágrimas.”

Se você trabalha na área da educação, tem uma mínima curiosidade sobre ela, ou já passou parte da sua vida em um ambiente escolar, se interessará pelo livro. Ainda que o bullying seja um assunto recorrente dentro das folhas de Ruptura, o autor Simon Lelic traz questões que vão além. Ao longo das amareladas 286 páginas da obra, o leitor recebe a oportunidade de quebrar as barreiras do seu próprio senso comum – aquela tendência injusta que temos de sempre culpar, mas nunca compreender; de responsabilizar o criminoso, mas nunca lê-lo nas entrelinhas. Este livro permite que leiamos tudo no mais subjetivo dos valores, questionando nossos princípios e nos fazendo indagar “até onde seríamos capazes de, genuinamente, entender um crime?”.

Com capítulos intercalados e uma escrita misteriosa, porém muito bem estruturada, a obra vai se tornando um valioso material para o entendimento das razões humanas para cometer determinados atos, além de servir como um gatilho – tal qual o do professor de história – para reavaliarmos o julgamento que fazemos do próximo e de nós mesmos, especialmente dentro de uma escola, na infância e na adolescência.

Não há indolores maneiras de combater o bullying – quase sempre alguém sairá ferido –, tampouco fáceis formas de debatê-lo com estudantes ou funcionários de uma escola. Mas, se você possui uma remota vontade de compreender suas vítimas e suas consequências, sentar-se num local confortável com Ruptura nas mãos será uma ótima maneira de começar.

AVALIAÇÃO: ★ ★ ★ ★ ★

 

Quer colaborar também? Escreva para contato@alinesopelsa.com.br ou preencha a aba “contato” do menu do site. E comprando pelo link clicável no post você estará ajudando o blog a crescer.

Um beijo e até logo!

✎ O quadro Resenha Colaborativa é aberto para participação dos leitores do blog, portanto, as resenhas produzidas no quadro não dizem respeito à opinião da criadora do site.
✎ O blog Resenha Barata tem como política interna a produção de resenhas autorais ou colaborativas de livros que custam até vinte reais. Apoiamos uma literatura mais acessível financeiramente e objetivamos que o leitor do blog saia satisfeito de duas formas: economizando e lendo uma boa história. Leia mais sobre nossos objetivos na aba “sobre” do blog.
Anúncios

2 comentários em “RESENHA COLABORATIVA #2 | Ruptura”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s